Da série “Faça você mesmo – Tingir os cabelos”…

Tingir e relaxar… Tingir e alisar… Tingir e fazer permanente…

Se você optar por qualquer uma das três opções acima, fará dois tipos de química nos cabelos. Nesse caso, não dá para entrar no “faça você mesmo” e pintá-los em casa. O aconselhável é procurar um profissional.

Tingir e relaxar (ou alisar, ou fazer permanente) ao mesmo tempo, constitui dois tipos de química muito forte para o cabelo. O cabelo fica mais suscetível à quebra, à queda e ao ressecamento dos fios. Quem não conhece relatos de pessoas que fizeram dois tipos de química no cabelo e depois se desesperaram porque os cabelos estavam caindo inteiro nas mãos? Isso ocorre com um monte de gente. Não é fantasia! Há pessoas que perdem todo o cabelo! Um terror!

Quando você alisa, os produtos químicos utilizados quebram as ligações químicas do cabelo e assim os caracóis e anelados do cabelo são destruídos. Ou seja, a estrutura do cabelo é modificada profundamente por um processo químico. Tudo isso pode trazer muitos efeitos colaterais maléficos para qualquer cabelo. O FDA (uma espécie de Anvisa americano) relatam que relaxantes e alisamentos estão no topo de queixas de consumidores nos EUA. As denúncias envolvem quebras graves do cabelo, danos do couro cabeludo e queimaduras graves que, muitas vezes, exigiram uma visita a emergência de hospitais. De acordo com o Hair Boutique, o FDA reconhece que parte dessas queixas é devido ao uso incorreto do produto pelo consumidor ou pelo profissional. Porém,  profissionais da área afirmam que isso não afasta os riscos reais existentes na combinação desses dois processos químicos nos cabelos. [Pintar e Relaxar os Cabelos]

Alguns cabeleireiros dizem que se você quer pintar e relaxar (ou alisar e fazer permanente) deve usar uma tintura que não é permanente para causar menos danos aos cabelos. Outros profissionais afirmam que dependendo do tipo de relaxamento que você usa não poderá usar alguns tipos de tinta, pois a química co relaxamento não é compatível com a de determinadas tinturas. Ou seja, alguns processos químicos nunca devem ser usados em combinação com outros.

O processo de relaxamento (ou alisamento ou permanente) pode alterar a cor do cabelo.  O uso da tintura vai  depender do exato processo que a pessoa usou no relaxamento (alisamento ou permanente). Se pretende pintar, você deve saber exatamente quais produtos foram usados no seu cabelo para relatar ao profissional que fará o processo de tingimento. Precisa saber absolutamente tudo! Fique por dentro do que é colocado no seu cabelo, inclusive o tempo que o processo químico  ficou no seu cabelo, período que você fez, quanto tempo já faz certos tipos de química. Você precisa fazer uma investigação inicial sobre o tipo de tratamento que foi feito no seu cabelo. Dessa forma, o profissional poderá realizar outra química de forma um pouco mais segura, sem comprometer a saúde dos seus cabelos.

No fim das contas, pode-se chegar à seguinte conclusão: preferencialmente não faça os dois tipos de química no cabelo! Se, ainda assim, deseja alisar (relaxar) e pintar, NUNCA faça em casa. Procure um profissional qualificado (colorista) que você sabe que é fera!

7 comentários para “Pode Pintar e Relaxar (ou Alisar)?”

  1. Carla

    Adorei vcs explicam tudo muinto bem e com clareza adorei!!!

  2. deusinha

    simples e claro.

  3. CINARIA

    OI GOSTEI MUITO DE TODAS INFORMAÇAOES QUE VOCES PASSOU VOU APROVEITAR TODAS AS IDEIAS MUITO OBRIGADO POR TUDO BEIJOS. ASSI. SISI

  4. CALINE

    com quantos dias que eu relaxa o meu cabeço posso pintar?

  5. Mulher Digital

    Caline,

    Esse tipo de informação é melhor você obter com o profissional que executou o seu relaxamento. Há uma variedade de tipos de relaxamentos no mercado e o tempo para pintar pode variar de acordo com os componentes químicos de cada tipo de relaxamento. Por isso, pergunte para o seu profissional de beleza! É mais seguro para você! :)

  6. Marcela

    Muito boa as dicas.
    Queria saber se posso fazer escova progressiva,depois de 6 meses que fiz relaxamento?

  7. Mulher Digital

    MARCELA, QUERIDA,

    Você precisa verificar isso com o seu cabeleireiro. Depende do produto que ele usou para fazer a sua escova progressiva, o estado do seu cabelo atual e, até mesmo, o produto para um possível futuro relaxamento. Só o profissional que realizou esse procedimento em você pode avaliar melhor.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)