Muitas pessoas têm ingerido o chá verde indiscriminadamente sem considerar os seus efeitos colaterais e cuidados. Você se lembra ds recomendações da vovó em que dizia, “gente que tem isso, não pode beber”. O uso das plantas medicinais são métodos alternativos para curar e melhorar várias coisas no corpo. Seguir soluções naturais requer cuidados e recomendações, assim como as vovós já diziam.

O NCCAM ao abordar os efeitos colaterais e cuidados com o uso do chá verde, diz que para a maioria das pessoas o chá verde é seguro quando usado em quantidades moderadas. Continua valendo aquela velha história: todo excesso faz mal. O Conselho de Chá do Reino Unido recomenda beber até 6 xícaras por dia.

O chá verde contém cafeína (a metade da quantidade do que é encontrado no café). Para as pessoas mais sensíveis à cafeína, o excesso pode provocar insônia, ansiedade, irritabilidade, dores de estômago, náuseas, palpitações. Especialistas recomendam 300 miligramas de cafeína como uma quantidade segura para a maioria das pessoas. De acordo com o Conselho de Chá do Reino Unido, isso equivale a 6 xícaras por dia desse chá. No Site Health Benefits of Drinking Green Tea trata que a cafeína pode aumentar o risco de aborto espontâneo e até mesmo atraso no crescimento.

Segundo o NCCAM, o chá verde contém pequenas quantidades de vitamina K, o que pode fazer com que os medicamentos anticoagulantes (como a varfarina) sejam menos eficazes.

Há várias especulações com relação a outros efeitos nocivos do excesso do consumo chá verde como causar problemas renais e diminuir a absorção do ferro. Em uma reportagem, o médico Marcial Carlos Ribeiro (para a TV Record) afirmou que várias pessoas tiveram problemas de fígado ao ingerir a substância Camellia sinensis (contida no chá verde). A New Scientist em 2007 divulgou uma pesquisa (Chung Yang of Rutgers da Universidade estadual de New Jersey) que demonstrou que o chá verde, se consumido em grandes quantidades, pode causar danos no fígado e rins. “O chá é bom para você se for consumido com moderação”, fala na New Scientist.

Livros e revistas de fitoterapia sugerem que o chá verde não são recomendados para gestantes, hipertensos, crianças e pessoas com problemas gástricos.

O chá verde ficou amplamente conhecido devido a sua contribuição para o emagrecimento. Com isso, muitas pessoas começaram a tomá-lo excessivamente. No geral, o chá verde proporciona muitos mais benefícios que malefícios, se consumido moderadamente. Bebê-lo em substituição a outras escolhas menos saudável não é má idéia, mas os cuidados com o excesso devem ser tomados. Com certeza, são necessários mais estudos para desvendar os mistérios que norteiam essa antiga bebida.

Os dados acima são meramente informativos. Esses não proporcionam orientação médica. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina e não substituem a orientação de um profissional da área da saúde. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico.


QUER SABER MAIS SOBRE CHÁ VERDE? ACESSE:

* Chá Verde

* Como preparar o chá verde corretamente?

* Como deixar o chá verde com gosto gostoso?

2 comentários para “Chá verde pode fazer mal?”

  1. CECÍLIA

    Mulher Digital,

    Gostaria de saber se o chá de sene, se ingerido todos os dias pode fazer mal? Pois tomo um copo toda noite, o que faz meu instestino funcionar muito bem. Falei sobre isso com minha médica e ela disse que tudo bem. Será mesmo? Espero uma resposta. Não abuso dele, mas tb não sei se estou ingerindo além do permitido. Obrigada.

  2. mulherdigital

    QUERIDA CECÍLIA,

    Vou verificar isso e publico algo relacionado em seguida. OK?

    Já ouvi falar que o excesso de ingestão do sene pode fazer mal, mas vou verificar!

    Obrigada por sua participação no site.

    Cordialmente,

    Mulher Digital.

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Mamão – Benefícios

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)