A Páscoa possui diversos símbolos, dentre eles, o peixe. A Páscoa mantém o sentido da trajetória da história de Jesus Cristo para os cristãos. O peixe, um dos símbolos mais antigos, está vinculado às aparições de Jesus que sempre se liga à presença do peixe em sua história, após a Ressurreição e diz respeito ao próprio Cristo Ressuscitado [(Jo 21,9) e (Lc 24,42-43)].

Símbolo da páscoa: peixe

Além disso, os primeiros cristãos praticavam o costume de trocar alimentos como presentes, como por exemplo ovos (de galinha, de verdade – não os de chocolate) e peixes. A palavra peixe na língua grega se pronuncia “ichthys” que se relaciona as iniciais para a confissão de fé (“IXTYZ” – Jesus Christus Teós Yiós Soter – Jesus Cristo Filho de Deus Salvador). Portanto, o peixe também simboliza a fé das pessoas em Cristo.

Peixe como símbolo da páscoa

O peixe é um dos símbolos religiosos da páscoa, preservando um pouco da tradição cristã nesse feriado religioso. (Foto: divulgação)

Por que comemos peixe na páscoa?

Já a substituição do ato de comer carne por peixe procura relembrar a crucificação de Cristo. A abstenção da carne que foi instituída pelo Papa Pio XII, na sexta-feira da paixão, a partir 1951. A privação da carne relembra a crucificação de Cristo e, ao mesmo tempo, celebra a fé no Cristo que voltará (na Ressureição).

Então, o peixe não é apenas um símbolo escolhido como o coelhinho da páscoa. O peixe tem todo um significado religioso atrelado a ele, e quem quer seguir mesmo às tradições da páscoa deve considerar só comer o peixe durante a páscoa para a forma mais respeitosa possível à essa tradição.

Agora queremos saber de vocês. Vocês seguem a cultura de só comer peixe na páscoa ou não seguem à essa tradição? Esperamos saber o que você acha dessa tradição e como a segue ano após ano.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)