O sentido da palavra Páscoa está vinculado com o “Pessach” do Hebraico, que significa passagem. A Páscoa é uma passagem em todos os sentidos e também para várias religiões. É a passagem da morte para a vida.

Celebra-se o equinócio da primavera no hemisfério norte; a ressurreição de Cristo para os cristãos; a liberdade e, ao mesmo tempo, a fuga dos hebreus do Egito para os judeus e a própria salvação. Tem-se notícia que sua primeira instituição foi no Egito por Moisés. Existem vários costumes relacionados com a Páscoa como, por exemplo, muitas pessoas comparecem às igrejas para as cerimônias da Páscoa, outras cumprem abstenções durante os quarenta dias que antecedem essa data e algumas comem peixe neste dia. Os costumes podem variar em cada cultura, religião e pessoa.

A Páscoa pode ser considerada um tempo de esperança e renovação para o ser humano vigorar suas energias e dar continuidade a sua vida. Essa permanência dos indivíduos está associada à questão da fertilidade, tanto em termos da multiplicação quanto da própria abundância de oportunidades. É um tempo para equilibrar as forças espirituais e sociais para a perseverança da vivência humana. É também o instante para comer muito chocolate, ver coelhos saltitantes, decorações da Páscoa, bacalhoada… Viva o momento da Páscoa!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)