A diversidade precisa estar presente também na moda. Passarelas, editoriais, catálogos… Afinal de contas, o mundo é diverso. Porque então, a representação das modelos precisam se dar apenas de uma forma?

Modelos negras, gordinhas, japonesas… precisam aparecer mais na moda como um todo. Esse universo sempre possuiu resistência em fazer melhor uso da diversidade, especialmente no que diz respeito ao mundo afro.

Para a surpresa de muitos, a Vogue Itália (fevereiro/2011) trouxe um editorial lindíssimo com as principais modelos negras da indústria da moda.

Editorial com modelo negras

O editorial foi intitulado de “Black Allure” (Fascínio Negro), com as doze mais importantes modelos negras (Ajak Deng, Arlene Peña Sosa, Chanel Iman, Georgie Baddiel, Jourdan Dunn, Joan Smalls, Kine Diouf, Lais Ribeiro, Melodie Monrose, Mia Aminata Niaria, Rose Cordero and Sessilee Lopez). As fotografias são de Anne Summerton.

Editorial com modelos negras

Todos sabem que existe muito racismo e discriminação na indústria da moda e fazer um editorial como esse é algo extraordinário, incrível e que, com certeza, abrirá portas para a diversidade.

Moda afro

O que eu espero é que editoriais como esse não seja tomado como algo extraordinário no mundo da moda e passe a fazer verdadeiramente parte de todo esse univeerso, como algo corriqueiro e que acontece sempre. E não como um elemento exótico.

Modelo afro

O editorial ficou lindíssimo, fashion e cheio de requinte. As roupas, a maquiagem e os acessórios são incríveis. Abro parêntesis para as cores, especialmente o vermelho (alaranjado) e o azul. Os acessórios étnicos também são muito chiques. Outro destaque é para a maquiagem viva e que valoriza a pele negra.

Modelo negra

Tudo deslumbrante e luxuosíssimo.

O que você achou do editorial “Black Allure”?
Deixe a sua opinião nos comentários.

Imagens:
Live Journal

Um comentário para “Vogue Itália: powerpuff black girls”

  1. Ingrid

    Gostei muito!
    Exuberante mesmo.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)