As mulheres podem obter uma visão sobre qualquer falta de autoconfiança investigando algumas pesquisas científicas úteis. As diferenças entre os cérebros dos homens e das mulheres mostram que as mulheres são mais propensas a se preocupar do que os homens. Quantas de vocês, senhoras, perdem a diversão e a oportunidade porque estão ocupadas demais se preocupando?

O que é autoconfiança?

Para as mulheres, a falta de autoconfiança baseia-se na preocupação e na procrastinação. Mulheres que tendem a ruminar em vez de agir tem menos probabilidade de:se sentirem à vontade em novas situações, relaxar quando as coisas não vão como planejado, aproveitar uma oportunidade quando ela surgir.

Para as mulheres, a autoconfiança pode ser a capacidade de entrar em uma sala cheia de pessoas com cabelo molhado e maquiagem menos do que perfeita e confiar que um sorriso e uma maneira amigável será o que interessa e envolve os outros. Mas autoconfiança é mais do que isso. Então, como as mulheres podem aprender a autoconfiança? É possível aprendê-la?

As mulheres podem aprender como conseguir autoconfiança?

A autoconfiança, ao contrário da crença popular, nem sempre é concedida no nascimento; e pode ser aprendida. Você já viu uma criança dando os primeiros passos vacilantes? Apesar de cair milhares de vezes, dentro de um curto espaço de tempo elas estão andando por todo o lugar, depois correndo, dançando e pulando. Da mesma forma, podemos construir um conjunto de habilidades que nos permitem nos sentir melhor sobre nós mesmas.

A autoconfiança, nesse contexto, começa a ser construída destruindo tudo que pode afetar sua confiança. Esses elementos são os seguintes:

Nervos a flor da pele

Alguns nervos são naturais para ambos os sexos, uma nova data ou uma reunião importante com seu chefe muitas vezes causará alguns sentimentos de ansiedade, o truque é não perder tempo prevendo negativamente o resultado.

Catastrofando

Quando você pensa que não está com a melhor aparência, talvez não tenha tido tempo suficiente para se preparar ou ter ganho alguns quilos, um daqueles momentos “eu estou um desastre!”; é fácil sentir que tudo o mais irá resultar mal. A coisa certa é que, se você insistir nesse pensamento único, não vai aproveitar o evento.

Autoconfiança na mulher

Uma mulher autoconfiante é forte, e tem muito mais chances de se destacar e crescer na vida. (Foto: Fresh Design Pedia)

Ruminando negativamente

As mulheres tendem a ser mais sensíveis às necessidades dos outros e mais conscientes das mudanças que podem melhorar uma situação ou torná-la mais confortável para alguém. Sem controle, no entanto, essa capacidade de pensar sobre as coisas pode se transformar em análise excessiva e tornar a vida miserável, pois esse processo interno leva à confusão, ansiedade e inação. Elas ficam ruminando pensamentos negativos ao invés de agir.

Como aumentar a autoconfiança relaxando?

Quando há um evento que naturalmente provoca algumas preocupação, passe algum tempo pensando nas vezes em que você se saiu bem em alguma coisa, lembre-se de como é se sentir bem, depois tire alguns momentos para se imaginar com esses sentimentos no futuro. .

Observe como a sua postura, gestos faciais e palavras soam e soam, e que diferença faz para o aproveitamento de qualquer evento. Se for uma reunião ou performance pública, lembre-se de que a preparação e a crença em um resultado positivo são fundamentais, mesmo que não possamos prever exatamente o resultado. Sabemos que estar relaxado libera a parte pensante do cérebro para dar continuidade ao trabalho para exibir o melhor das nossas habilidades.

Como melhorar a auto confiança sem criar tempestades em copos de água?

Só porque uma coisa não é como gostaríamos, não precisa que o resto do dia ou da noite seja horrível. As mulheres que parecem confiantes não deixam que um dia ruim as impeça de aproveitar a vida.

Faça uma lista das qualidades que você tem e, da próxima vez, não diga a si mesma que está horrível e que a noite está arruinada antes de começar, lembre-se de que você não pode enxergar o futuro. E lembre-se das outras coisas que fazem um bom evento além de um cabelo perfeito. Uma pesquisa recente disse que as pessoas que sorriem muito são classificadas como mais atraentes do que aquelas que não sorriem.

Desenvolvendo uma perspectiva otimista

As mulheres são mais propensas a ler mais em gestos faciais e entonação da voz, uma característica útil, mas às vezes nos enganamos. Portanto, antes de deixar a negatividade tomar conta, trabalhe no desenvolvimento do poder do otimismo, a ferramenta que anula a ruminação negativa e permite a possibilidade de momentos divertidos.

Ação e ruminação contra a autoconfiança

Tenho notado que uma das principais habilidades das mulheres que parecem confiantes é a capacidade de perceber que, mesmo que estejam se sentindo um pouco nervosas por dentro, elas levam sua atenção para o mundo ao seu redor.

Não se apegam mais ao ruminar interno, e elas podem curtir as pessoas com quem estão e também podem perceber que eles não tem as pernas mais longas ou não são a mulher mais animada de uma sala; mas isso é um pensamento fugaz e elas continuam se envolvendo e desfrutando. Dar às pessoas atenção de alta qualidade e mostrar um interesse faz com que elas se sintam maravilhosas! Elas vão lembrar, mesmo se você passou um curto período de tempo com elas.

Para as mulheres, contemplar nossas ruminações internas pode ser um processo criativo que leva a ações benéficas, momentos divertidos e relacionamentos recompensadores. Levado longe demais, no entanto, torna-se um caminho para a inação e ansiedade.

Assuma a responsabilidade por si mesma

Você e somente você podem fazer coisas novas acontecerem em sua vida. Se você esperar que a serendipidade lhe proporcione boa sorte, ou com maior confiança, você estará esperando há muito tempo. Perceba que o caminho para a autoconfiança é aquele que você terá que viajar e ninguém mais pode fazer isso por você.

Comece a experimentar com a vida

Tente algo novo. Saia para jantar sozinho. Faça uma aula em uma área de assunto desconhecida. Ensine-se a consertar uma torradeira. Testar suas habilidades em novos empreendimentos é uma ótima maneira de aprender que você pode confiar em si mesmo.

Desenvolva um plano de ação para implementá-lo

Selecione uma área para desenvolvimento pessoal ou profissional. Determine as etapas da ação que você realizará para chegar lá. Coloque essas etapas em uma linha do tempo. Agora, implemente cada passo de acordo com o plano e sem desculpas. Cada pequeno passo que você dá será um grande impulso para sua confiança.

Fique com seu plano de ação

Quando você assumir um novo desafio, fique com ele. A autoconfiança não vem de cada coisa que você tenta. Se isso acontecesse, um esforço fracassado trará você de volta a zero na escala de confiança. A verdadeira confiança se desenvolve a partir de uma crença cada vez maior de que você pode confiar em si mesma para agir e seguir adiante, independentemente do resultado.

Aja da melhor maneira possível

Se você adiar a ação até ter confiança, nunca fará isso. No campo da psicologia, chegamos a entender que, ao mudar nosso comportamento, podemos mudar nossos sentimentos. Então, se você agir, e fazê-lo com uma aparência de confiança exterior, o verdadeiro sentimento de confiança interior seguirá.

Encontre um mentor ou mentora

Você conhece alguém que está confiante e continua a assumir um novo risco após o outro? Veja como eles fazem isso. Reúna a coragem para pedir-lhes para um almoço. Descubra como eles fazem o que fazem e peça feedback sobre seu plano de ação e implementação. A maioria das pessoas confiantes estão felizes em ajudar. Eles se lembram da coragem e do esforço que levaram para chegar onde estão hoje.

Para o máximo de autoconfiança, as mulheres precisam evitar a paralisia-por-análise, então, quando a oportunidade atinge, devem agir rapidamente.

Como vocês trabalham a autoconfiança? Quais estratégias funcionam para vocês?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)