Bancos se tornaram mais agressivos nos últimos, tentando espremer consumidores por mais taxas e juros maiores, abusando de seus super poderes no mercado brasileiro. Para que você não seja mais uma vítima dos bancos e dos juros do cartão de crédito, aqui está o que você precisa saber para gerir o seu pedaço de plástico (que vale muito dinheiro) de forma inteligente.

Microgerencie suas contas

Verifique cada centavo que entra em sua fatura, perguntando sempre à Central de Atendimento por qualquer taxa que você tiver dúvidas. Algumas vezes ocorrem erros de cobranças em faturas, apesar de não ser muito comum. Outra coisa é que com o controle maior de seus gastos, você saberá para onde está indo a maior parte de seu dinheiro.

Mantenha suas faturas baixas

Transforme suas faturas de cartão de crédito em porcentagens relacionadas ao seu salário mensal (apenas divida o valor da fatura pelo valor que você recebe, líquido). Se o valor da fatura está entre 10% a 15% de seu salário, já é hora de cortar custos com cartão. Primeiro, nunca pague o mínimo no cartão ou parcele a fatura. Segundo, economize ao máximo para pagar produtos a vista e conseguir descontos. Terceiro e último, diminua o limite de seus cartões e, caso necessário deixar um cartão com limite alto, deixe esse caertão sempre em casa e só o use quando for fazer uma compra com ele.

Cuidados com cartão

Se você tem recursos em sua conta e eles não estão destinados para nenhum outro fim, porque então usar o cartão de crédito? (Foto: smallbusiness.chron.com)

Observe quando você paga

O vencimento da sua fatura deve coincidir ou estar muito perto da data em que você recebe seu salário. Assim, você terá um maior controle do vencimento e não pagará multas por isso. A melhor coisa a se fazer nesse momento é colocar a fatura de seu cartão no débito automático. Só tome cuidado para não entrar no cheque especial e sempre manter um controle sobre o dinheiro disponível para o pagamento.

Pedir um aumento de limite?

Pense comigo: o banco fez uma análise de crédito com profissionais do ramo, especializados em gerenciar riscos, para te dar um limite no cartão. Por que aumentar esse limite? Ficamos sempre tentados a aumentar o limite de nossos cartões, porém não é uma boa opção fazer isso. Só faça esse pedido se você tem mais de 200% de certeza que não gastará mais de 10% de seu salário no cartão por mês e será capaz de honrar o pagamento total todos os meses.

Pensamentos sobre compras

A melhor recomendação é fazer com que o limite do seu cartão tenha um valor máximo que você possa pagar todos os meses, impossibilitando que você “estoure” a fatura. (Foto: getliquid.com)

Por que ter um cartão de crédito?

Uma boa pergunta que todos devemos fazer sempre. Ter um cartão só para parcelar compras não é uma boa ideia, uma vez que você ficará tentada a parcelar todos os produtos que ver. Ter um cartão só para poder ter acesso aos programas de relacionamento também é outra péssima ideia. Um cartão de crédito só é bom para quem já tem uma disciplina pelo menos razoável com os gastos. Eu mesmo achava que tinha disciplina e já me endividei com o cartão algumas vezes. Pense um pouco antes de fazer um pedido de cartão de crédito.

Controle sobre suas contas e cartões

Ou você tem um controle bem fechado sobre suas contas e cartões ou é melhor que você não tenha um cartão. Algumas pessoas abrem uma conta só para tornarem a gestão do cartão de crédito mais organizada. Não sei se é a melhor opção, mas pode ser válido, se o banco tem outras vantagens que você está buscando, como boas taxas para financiamentos e empréstimos.

Comprando com responsabilidade

Comprar consciente com um cartão é saber quanto você tem para poder investir em suas compras e não passar um centavo além disso. (Foto: techtips.salon.com)

Pague as dívidas antes de fazer novas

Se você tem qualquer tipo de dívidas com cartões, empréstimos, financiamentos, pague elas antes de fazer qualquer pagamento usando seu cartão. O risco aqui é aumentar sua dívida e consequentemente, os juros pagos. Sua dívida irá aumentar exponencialmente com mais compras e você terá problemas em quitá-las por completo.

Busque as menores taxas e tarifas

Por mais que você não vá usar o empréstimo do cartão de crédito, ter um cartão com menores taxas de juros já é algo positivo para você ter uma opção em caso de emergências extremas. Além disso, é melhor buscar por anuidades menores, cortando custos

Procure o melhor cartão para suas necessidades

Não adianta nada ter um cartão Gold se você não vai usar os benefícios dele. Nem adianta ter um cartão C&A se você não vai fazer compras na loja. Portanto, leve em conta sua rotina de compras e seu uso do cartão na escolha para adquirir aquele que irá te trazer as maiores vantagens.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)