A PRO TESTE (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) realizou uma pesquisa com refrigerantes – nas versões tradicionais, light e zero que apontaram resultados preocupantes com relação às substâncias presentes nos mesmos que podem fazer mal à saúde [(Ver Revista Pro-Teste nº 80]. Algumas dessas marcas possuem substâncias potencialmente cancerígenas (benzeno) e contém corantes que podem estimular alergia e hiperatividade em crianças.

A pesquisa foi realizada com 24 refrigerantes, sendo que sete desses possui benzeno (substância cancerígena). O benzeno é proveniente da reação do ácido benzóico com a vitamina C. O critério para considerar a quantidade “ideal” desse composto foi tomar a água potável como referência que possui o limite de 5 microgramas por litro.

A Sukita Zero – 20 microgramas e Fanta Light – 7,5 microgramas são os casos mais preocupantes. Produtos como Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita estavam abaixo desse limite. [Confira o quadro adaptado pelo Site Mulher Digital].

Corantes como chamado amarelo crepúsculo já foi banido na Europa (estudos mostram que esse favorece hiperatividade infantil). E outros, como o amarelo tartrazina, provocam alergia em crianças. O mais incrível, segundo jornais, é que muitos desses refrigerantes citados não citam nenhuma dessas substâncias em seus rótulos.

A divulgação dessa pesquisa em larga escala é muito importante para alertar os consumidores. Embora algumas dessas empresas se justifiquem dizendo que seguem os padrões de qualidade e a legislação brasileira, essa pesquisa aponta que nem sempre isso é verdade. Em alguma medida, isso aponta um relativo descaso com os seus clientes. E o pior! Com as crianças.

Aquilo que já sabemos também foi apontado nos resultados. Os refrigerantes possuem pouco valor nutricional e muito sódio – o que pode favorecer a ocorrência de hipertensão!

Vamos trocar o refrigerante pelos sucos naturais! Mais nutritivo e saudável! Vamos ficar atentos! Divulguem!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)