Nas datas comemorativas em que se troca algum tipo de coisa (presentes, ovos e afins) é muito comum ouvir pessoas dizer que determinada data perdeu o sentido. A Páscoa por exemplo é um feriado em que marca o renascimento de Jesus e a renovação da fé cristã. O que se percebe é que a grande maioria das pessoas está mais preocupada em curtir esse feriado e trocar ovos! E a pergunta sempre vem… A Páscoa perdeu o seu real sentido? E o que seria real? E se considerarmos que o sentido mudou? Ora, as coisas na vida são mutáveis, inclusive os aspectos culturais que envolvem as datas. Ao mesmo tempo, isso não quer dizer que significados anteriores somem totalmente.

Para alguns a páscoa é um momento para celebrar a vida, a morte e a ressurreição de Cristo. Uma das festas mais importantes do calendário cristão que representa o obscurecimento da morte e a prova da vida de Deus em Jesus Cristo. A existência possui um sentido muito maior e mais profundo que comemora a vinda do salvador. Para muitos, pode ser um momento de reflexão e reavaliação da vida. Essa é apenas uma das interpretações sobre o entendimento da Páscoa.

Para outros, a páscoa tem o seu significado ligado a um conjunto de crenças pagãs (que antecede o cristianismo) em que celebravam a fertilidade. Isso pode ser bem traduzido pelo coelho e o ovo como símbolo da páscoa que passa esse sentido de fecundidade! Que sejam fecundos então todas as coisas boas da vida!

Há ainda aqueles que acreditam que a Páscoa é um momento apenas de corrida pelos ovos de chocolate nas lojas. E quem disse que isso não é o sentido da Páscoa? Pode ser também! É inegável o quanto o consumo está presente em nossas vidas! Trocar ovos, comer chocolate e presentear as pessoas mais queridas. Tudo isso é um momento de alegria e diversão! Essas trocas podem dizer, em muitos casos, muito mais que apenas uma simples compra de chocolate. São trocas de energias, de bons pensamentos. Repare os namorados na ânsia de agradar o outro e acertar o chocolate certo! Acertar os gostos é também descobrir o outro. Ou então, pense naquela mãe que escolhe o ovo mais engraçadinho para seu filho, fingindo ser entregue pelo coelho da páscoa. Ela se emociona… Quer coisa mais linda que a ingenuidade de uma criança ao acreditar no coelhinho? E porque não pensar naqueles filhos que adoram fazer um agradinho para seus pais e surpreendê-los com guloseimas doces? Adoçar a vida de quem sempre esteve ali deixando a nossa doce!

Seja qual for o sentido da Páscoa que você segue, o importante é fazer do seu jeito e curtir mais um feriado! Vai de coelhinho, de ovo, de chocolate, de família, de namorado, de bacalhoada. O que vale é viver o momento com as outras pessoas. Isso é celebrar a vida! Feliz Páscoa 2009!

E você? O que gosta de fazer na Páscoa? Deixe a sua opinião nos comentários do Site Mulher Digital!

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Páscoa 2012 com kits da Natura
  2.  Gastando o próprio dinheiro: ovo de Páscoa ou barra de chocolate?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)