O mundo curioso das mulheres guardam muitos segredos! Um deles é que, em geral, as mulheres classificam suas roupas íntimas (calcinha/sutiã) em duas categorias: aquelas consideradas do “batente”, para o uso cotidiano (trabalho, escola) e aquelas outras para momentos especiais – a hora do “rala e rola”. Esse é mais um segredo do universo feminino.

Como conservar lingerie

Seja qual for a classificação de suas peças íntimas, é importante você seguir algumas dicas para que elas conservem mais! Com isso você economiza dinheiro porque compra menos calcinha e não fica andando por aí com “trapinhos” desgastados!

Como conservar lingeries por mais tempo

Conservando sua lingerie melhor, você dá a ela um tempo de vida melhor, deixando elas parecendo novas por muito mais tempo. (Foto: divulgação)

Cuidados especiais para lingerie

A lingerie deve ficar de molho no máximo de 20 a 30 minutos.

Prefira lavá-las à mão. Não esfregue com força: faça movimentos como se fosse uma massagem.

Não use alvejante, que pode causar danos à estrutura do tecido. Se as peças ficarem amareladas depois de muitas lavagens, faça uma solução com água com bicarbonato de sódio antes de lavar e as deixe de molho.

Use água fria, que preserva a qualidade do tecido. Por isso, nunca lave a lingerie no chuveiro. A temperatura quente pode destruir as fibras, principalmente as dos tecidos sintéticos.

Na hora de secar, coloque as peças na sombra.

Os sutiãs com aros e enchimento nunca devem ir para a máquina de lavar. Na centrífuga, o aro metálico vai entortar, amassar, rasgar a peça e até sair do lugar.

Guarde os sutiãs sempre com os bojos invertidos para não amassar.

Nunca compre um tamanho menor que o seu, o tensionamento da peça pode danificá-la. (Acredite! Muitas mulheres compram número de lingerie menor que o real!).

E você? Tem alguma história engraçada que envolve lingerie? Conte para nós nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)