Quando o casal decide que já estão prontos para o casamento e anunciam seu noivado, começa todos os planejamentos que envolvem o compromisso matrimonial. Inclusive, a própria comemoração de noivado! Muitos casais ficam em dúvida quanto ao que fazer nessa festividade. Não há regras fixas para a essa celebração. Há noivos que preferem se noivar secretamente e depois comunicar à família, sem nenhum festejo. Outros escolhem uma data propícia de festejo importante para os noivos, aproveitam o ensejo e se noivam (como o aniversário de um dos dois, entre outras comemorações). E há aqueles que realizam uma celebração de noivado com a finalidade de noivar e anunciar esse ato. Cada casal escolhe o que é melhor, segundo suas preferências, relacionamento e ritmo. Quando o casal decide fazer uma celebração do noivado é geralmente voltado para as duas famílias e os amigos mais íntimos, que celebram a trajetória do casal. Não é preciso convidar todos os convidados que se pretende chamar para a cerimônia do casamento. Porém, o noivado é a primeira grande celebração que envolve o casal oficialmente.

Se o casal opta por celebrar o noivado, exige-se preparações e alguns antecedentes, como qualquer outra festividade. Não é tão formal como as outras celebrações e permite uma flexibilidade maior para sua realização. Apesar de tradicionalmente ser feito na casa da noiva, pode ser realizado de diversas maneiras e em diversos lugares (restaurantes, casa da noiva, um local alugado, casa do noivo, entre outros). Pode ser simples ou elaborado, dependendo da escolha do casal. Pode ser oferecido almoço, um brunch, um jantar ou, até mesmo, um churrasco. Tudo isso parte da decisão do casal!

A festa de noivado também exige um planejamento mínimo que deve envolver lista de convidados, convite (mesmo que por telefone), escolha do tipo de festa, alimentos, local onde será realizada. É uma pequena amostra de todo o planejamento futuro que um casamento exige. É importante que as duas pessoas estejam envolvidas nisso e compartilhem decisões, tarefas, entre outras coisas mais, para que não sobrecarregue ninguém mais que o outro e para que não haja nenhum estresse, mesmo no início de tudo. É importante também que, desde o início, o casal limite a participação da família para que no decorrer de outros planejamentos maiores e mais importantes não fiquem intrometendo de forma exacerbada, atrapalhando o planejamento do casal e criando diversas situações inconvenientes. Receber opiniões das famílias pode ser importante, mas isso é muito diferente de intrometimento.

Caso uma das partes tenha problema de relacionamento com uma das famílias, não pense que o casamento é o momento para que tudo se resolva, pois na prática isso dificilmente acontece. Porém, mesmo que haja situações como essa, seja uma pessoa educada e não exclua nenhum dos familiares mais íntimos da festa de noivado por conta de problemas não resolvidos e/ou afinidades. Além disso, os pais devem ser sempre os primeiros a saberem sobre as questões que envolvem a festa de noivado, como a data e local escolhidos, entre outras coisas. Isso demonstra consideração e afeto. Durante a comemoração, é importante que o casal tente ser um bom anfitrião e, pelo menos, dê um mínimo de atenção a todos, mesmo que os convidados sejam apenas as pessoas mais íntimas do casal. Outra coisa extremamente importante é manter todo o orçamento em mente e não gastar mais que o casal planejou gastar com essa comemoração. Um bom planejamento em termos financeiros do casamento começa agora. Se o casal não sabe manter o orçamento em uma pequena celebração dessa, poderá se perder durante todo o momento de preparação até o casamento.

Manter o mínimo de estresse, prestar atenção a todos os detalhes e ter envolvimento dos dois são a chave para que tudo dê certo nessa primeira comemoração do casal. Prontos para brindar o noivado?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)