O vinagre é resultante da fermentação do vinho ou de outros produtos. Muitas pessoas conhecem apenas  dois tipos de vinagre – o de maçã e o de vinho. Há uma variedade incrível de tipos de vinagres e usos! Vinagre pode fazer parte de receitas, ser usado em saladas, peixes, para preservar e/ou aromatizar alimentos. As pessoas, em geral, o utiliza somente em saladas, mas possui diversos usos.

Cozinha

Álcool. Muito forte. Para preservar alimentos (como em conservas).

Arroz. Suave e ligeiramente adocicado. Esse tipo de vinagre é usado em pratos agridoces, saladas, sopas, na culinária asiática em geral.

Balsâmico (aceto balsâmico). Originado da Itália. Possui um sabor forte, marcante e sofisticado. Usado em saladas, marinadas, legumes e base de molhos. Alguns chefes de cozinha o utilizam levemente e com muita moderação para dar um sabor diferenciado em bifes, peixes grelhados, frutas secas. Segundo a ANAV (Associação Nacional das Indústrias de Vinagre), ele “passa por um longo processo de fermentação, feita em barris de madeira, que deve durar pelo menos dez anos”. Algumas gotas desse vinagre dá um toque irrestível nas saladas.

Champanhe. Delicado, refinado e suave. Possui uma cor pálida da cor dourado claro, com sabor semelhante ao champanhe. Utilizado para saladas frias, vegetais e marinados. Mesmas uvas empregadas para produzir Chardonay e Pinot Noir. Em geral, não é um vinagre barato.

Maçã (Sidra). Sabor suave, possui menos teor de acidez. Utilizado para saladas, conservas, pratos agridoces e molhos para acompanhar carnes. Um dos tipos de vinagres mais utlizados.

Malte. Produzido a partir dos grãos da cevada. Sabor cítrico marcante, acentuado e complexo. Existem vários tipos de vinagre de malte. Na Inglaterra, o de malte escuro é o mais popular. Esse escurece alimentos de cores claras (frutas, legumes). Comumente usado para peixes e batas fritas. Na Inglaterra amam comer batata frita com esse tipo de vinagre. Dá um sabor intenso e marcante. Pode ser usado também para aromatizar outros vinagres.

Vinho. O mais comum da mesa brasileira. Feito a partir do vinho branco ou tinto. Alguns são bem ácidos, depende da marca. A qualidade depende do tipo de vinho utilizado e processo de produção. Em geral, os vinagres produzidos comercialmente, possui qualidade inferior devido às técnicas para produzí-lo rápido. Essas técnicas, em geral, tiram o sabor sutil do vinho. Vinagres de vinho branco são indicados para pratos mais delicados – saladas, peixes. Os mais fortes para pratos idem – carnes, marinados, molhos. Usado na culinária de forma geral para uma grande diversidade de alimentos.

Xerez. Originário da Espanha, feito de uma mistura de vinhos. Sabor complexo e maduro. Excelente para receitas que vão ao fogo. Realçam o sabor de carnes fortes (pato, carne bovina). Ou trazem um sabor especial para pescados.

Vinagres Aromatizados. Usados em diferentes partes do mundo, desde pelo menos os babilônios. Combinação de vários tipos de vinagre, ervas, especiarias, flores e frutas. Há uma infinidade de opções.

FONTES:

* ANAV
* Wikipédia – Balsâmico
* Wikipédia – Arroz
* Wise Geek – Diferentes Tipos de Vinagre
* Wise Geek – Vinagre de Champanhe

IMAGENS:

* Heinz
* The Cook’s Thesaurus – Vinagre

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)