Pele bonita e saudável é com protetor solar. Passar esse produto no corpo não quer dizer que a pele está protegida.

Especialistas afirmam que, mesmo com filtro solar, muitas pessoas se queimam.

Isso é sinal que a pele ficou desprotegida e vulnerável aos malefícios dos raios solares.

O protetor solar só protege a pele contra o câncer e o envelhecimento precoce, se aplicado corretamente. É preciso aprender a usá-lo com segurança! Esse é o cosmético essencial para todos!

Não basta usar um bom protetor solar, é preciso saber como aplicá-lo. O post de hoje traz os erros mais comuns ao usar o protetor solar.

Protetor solar só no verão ou na praia

Muitas pessoas usam protetor solar só no verão e/ou quando vão à praia. Os raios nocivos do sol são prejudiciais em qualquer em qualquer época. Não se engane se fez um friozinho ou se o tempo nublou. Lembre-se que também algumas manchas, rugas e veias vermelhas na pele podem ser atribuídas à exposição ao sol sem proteção. Não é só com o câncer que preocupa. Protetor solar tem que ser todos os dias! A pele precisa ser protegida em todas as estações, todos os dias.

Protetor solar qual usar

Usando o protetor solar corretamente, a pele fica saudável por muito mais tempo, além de ser também a melhor forma de preservar a sua saúde contra o temido câncer de pele. (Foto: Jamie Nelson Fashion and Beauty Photographer)

Protetor solar com data de validade vencida

Muitos desprezam a data de validade desse tipo de produto. É aquela história de usar o mesmo frasco de protetor por várias estações a perder de vista. Pior só aqueles que usam aquele mesmo frasco exclusivamente quando vão à praia, por vários verões. A data de vencimento importa! Os ingredientes ativos do filtro solar podem se deteriorar ao longo do tempo e o produto deixar de ser eficaz na proteção solar. Considere sempre esse aspecto do produto. Venceu, já pode não funcionar mais.

Protetor solar com FPS abaixo do adequado para a pele

A maioria das pessoas usa um FPS (fator de proteção solar) abaixo que o adequado para a pele. Em alguns casos, mulheres usam maquiagem com protetor que, normalmente, possui um fator de proteção muito baixo. É preciso usar um protetor com FPS conveniente para cada tipo de pele. E, quem é muito claro, possui alergia, pele muito sensível, precisa ter cuidado redobrado. Cada caso é um caso, cada pele é uma pele. Mas, normalmente, o FPS 30 é adequado para a maioria das pessoas. A premissa é verdadeira: é melhor usar um FPS muito alto que um baixo demais para a pele. Outro aspecto importante é usar um protetor amplo espectro (proteção contra UVA e contra UVB). Por isso, é importante saber como escolher o protetor solar certo sempre.

Não reaplicar o filtro solar

A recomendação é que o protetor seja reaplicado a cada duas horas. Muitas pessoas possuem o costume de usar um protetor solar com o FPS alto e achar que não precisa de reaplicação. Ou, então, querem economizar o protetor solar e não fazem a reaplicação. E, até mesmo, por simplesmente esquecer. Esse é um dos erros mais comuns quando se trata do uso de protetor solar. Lembre-se que se houver entrada em água ou muito suor, o protetor precisa ser reaplicado com mais frequência ainda.

Não passar a quantidade adequada de protetor solar

Se a quantidade não é adequada, a pele está desprotegida. Muitas vezes, é para economizar o filtro solar. Especialmente, protetor solar para o rosto, que costuma ser mais caro. Com a saúde da pele não dá para economizar, né?

Esquecer de proteger algumas áreas com o protetor solar

Algumas áreas do corpo e do rosto são negligenciadas, normalmente, por muitos. Pescoço, costas, ponta do nariz, nuca, pé, parte de trás da perna.. Lembra de mais algum lugar? Quem nunca tomou sol, esqueceu de passar protetor em alguma área e, depois, só essa área ficou vermelha?

“Sol sem protetor, só dessa vez…”

É uma ilusão pensar que receber os raios nocivos do sol sem proteção não haverá nenhuma consequência. Quanto mais exposição, mais propensão à problemas de pele causados pelo sol, inclusive os melasmas (aquelas manchinhas de sol). Pior ainda quando a pessoa quer ficar uma semana no sol só para pegar um bronzeado.

Usar protetor inadequado para a pele do rosto

No mercado, há opções para todos os tipos de pele. Por que não escolher um produto adequado para o seu rosto? Quem tem propensão à acne deve escolher um livre de óleo (oil free). Isso serve também para peles mistas e oleosas. As opções mais adequadas são as texturas fluidas ou em gel. Quem possui alergia ou pele sensível, um produto sem perfume e sem parabenos é importante. Para pele seca, a consistência creme pode ser o mais interessante. Essas são dicas gerais. É claro que cada caso é um caso. Um dermatologista pode indicar o protetor mais adequado para a pele.

Achar que protetor “resistente à água” não precisa reaplicar

Não existe protetor solar que não sai na água e à prova de suor! Por isso, é necessário sempre reaplica-lo! Normalmente, ele pode permanecer resistente à água e ao suor de 40-80 minutos se estiver na água ou realizando alguma atividade que gere suor. Os fabricantes trazem a recomendação sobre a reaplicação! Proteja a sua pele sempre!

Não passar antes da exposição ao sol

Passa o protetor e já vai imediatamente para o sol? Está errado! O protetor deve ser aplicado de 15-30 minutos antes de se expor ao sol.

Uma curiosidade: protetor solar antes ou depois da maquiagem? Você sabe responder?

Lembre-se que nenhum protetor solar bloqueia 100% dos raios solares. Use protetor solar, reaplique. Usar protetor solar não significa poder “esturricar” no sol. Cuidado sempre!

3 comentários para “10 principais erros ao usar protetor solar”

  1. Vera

    Amei as dicas vou seguir direitinho.

    Responder
  2. Lucinete

    Excelente todas as dicas

    Responder
  3. Rosilene

    Muito bom amém já não vou mais errar obrigada pelas as dicas

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)