Você lava, escova, seca, endireita, enrola e/ou coloca todos os tipos de produtos nele. Não há dúvida de que seu cabelo passa pelos mais variados processos com o tempo. Antes que você perceba, suas madeixas podem mostrar sinais de danos, desde pontas duplas a um frizz incontrolável e quanto mais envelhecemos, mais ele se afina naturalmente e fica sem brilho ou danificado, mesmo sem processamento excessivo.

A boa notícia é que você pode reverter o dano. Seu plano de jogo: pare de cometer erros comuns e siga as correções recomendadas pelos principais estilistas para trazer seu cabelo de volta à vida. E acima de tudo, veja um profissional. Eles são necessários nesta fase do seu tratamento de cabelo porque você fez tantas coisas ruins que eles são os únicos capazes de reverter os danos e também ensinando como cuidar bem do seu cabelo.

Pensando em vocês, listamos alguns cuidados que vocês tem que tomar com os cabelos e claro, a as situações onde o tratamento caseiro para os cabelos não é uma boa opção.

Tratamento caseiro para cabelos ressecados não funciona para cabelos lavados diariamente

Como regra geral, o cabelo deve ser lavado sempre que necessário. Para a maioria dos cabeleireiros com quem conversamos, isso é a cada dois ou três dias. E você corre o risco de tirar o cabelo dos óleos naturais e protetores que o mantém brilhante e saudáveis. Isso é especialmente verdadeiro para pessoas que pintam os cabelos, já que a lavagem excessiva pode embotar a vibração de sua cor.

Claro, existem outros fatores envolvidos. Se você se exercitar e suar muito, talvez não consiga esperar três dias. Nesse caso, tente enxaguar com água, esfregando o couro cabeludo e condicionando suas extremidades apenas.

Se você está lidando com um couro cabeludo super oleoso, procure um xampu e condicionador hidratante. Parece contraintuitivo, mas seu corpo pode estar produzindo mais óleo devido à secura e tentando resolver naturalmente o problema. Segundo, invista em alguns xampus secos para estender o tempo entre as lavagens.

Porém, quando a prática de lavar os cabelos todos os dias de qualquer jeito já tem algum tempo, a melhor coisa a se fazer é procurar um profissional.

Cabelos secos pelo uso de muito condicionador e xampus errados

Para evitar fios oleosos, aplique o condicionador nas pontas do cabelo, onde ele realmente precisa de hidratação e não do couro cabeludo. Comece com uma quantia do tamanho de uma moeda de dez centavos (sim, uma pequena moeda de dez centavos) e tente dispersar uniformemente por todo o cabelo. Se necessário, aumente a quantidade, mas nunca ultrapasse o tamanho de uma moeda.

Os sulfatos, os agentes de limpeza em xampus,“se tornaram o glúten do mundo dos cabelos. Há muito hype em torno deles sendo alguns válidos e outros não. Embora não apresentem qualquer perigo grave para a saúde, algumas pessoas acham que essas substâncias secam o cabelo, a pele e o couro cabeludo, ou retiram a cor. Se você está vendo um emaranhado, frizz e pontas duplas, experimente um xampu sem sulfato, que pode limpar o cabelo suavemente. Apenas tenha em mente que não vai ficar tão ensaboada quanto um xampu normal.

Quando mesmo a troca dos xampus e condicionadores não funciona, seus cabelos merecerão a atenção profissional o quanto antes.

Tratamento para cabelos

A hidratação caseira para os cabelos ressecados pode nem sempre ser a melhor solução. Buscar um tratamento profissional pode ser necessário. (Foto: Home Remedies)

Você faz a hidratação profunda para os cabelos?

Pode soar como um passo desnecessário, mas os profissionais com quem conversamos recomendam o uso de um condicionador profundo especialmente se o seu cabelo estiver seco, danificado ou rachado devido a coloração ou aquecimento. Use um tratamento apropriado pelo menos uma vez por semana. Adquira o hábito de mimar seu cabelo e você perceberá que ele se comporta e fica melhor. Use um condicionador profundo na semana que antecede e após qualquer processo químico, pois ele ajudará a preparar o cabelo para a batalha, selar a cutícula do cabelo e evitar a quebra. E ao contrário do que muitas pessoas com cabelos finos temem, A máscara certa não pesará o cabelo.

Quando você não tem essa rotina de hidratação e já maltrata seus cabelos há muito tempo com estilizações, é hora de procurar os profissionais e não fazer um tratamento caseiro.

Não trocar de produtos de cabelo é sinal de que você precisa de ajuda profissional

Em um treino na academia, você precisa mudar o treinamento após algum tempo porque seu corpo se acostumou. Da mesma forma, seu cabelo se acostuma a usar xampu e condicionador e então os produtos começam a deixar um resíduo. Se você for fiel a uma rotina, use um shampoo anti-resíduos uma vez por mês para dar ao seu cabelo uma aparência limpa.

Se você é mais descomprometido, mantenha algumas fórmulas diferentes no chuveiro para usar, dependendo de como o seu cabelo se sente. Sentindo-se seco? Trabalhe em um condicionador profundo. Se estiver se sentindo oleoso, use uma fórmula mais leve. Mais frizz do que o habitual? Use um hidratante. Você conhece seu cabelo, então ouça o que ele precisa.

Se já se passaram alguns anos com você fazendo a mesma rotina para os cabelos, é hora de ver um profissional para uma lavagem profunda dos produtos químicos nos cabelos e uma hidratação que restaure o estado natural dos fios.

Procure um profissional quando a rotina pós banho já danificou demais os fios

O cabelo molhado é muito mais fraco do que o cabelo seco, então trate-o com cuidado. Uma das piores coisas que você pode fazer é usar uma escova forçando os emaranhados. Em vez disso, tente escovar o cabelo antes de pular no chuveiro para trabalhar os nós e deixar as raízes abertas.

Durante o banho, considere usar um pente de dentes largos para trabalhar o condicionador através dos fios. Depois, use um pente para trabalhar os emaranhados a partir do fundo, trabalhando até as raízes para o menor dano, sugere Norton. Bottom line: Use uma escova apenas no cabelo seco e um pente de dentes largos no cabelo molhado.

Depois do banho, não esfregue vigorosamente o cabelo com uma toalha. Limpe-o com cuidado. A esfregação irá desbastar a cutícula e causar frizz.

Se o seu cabelo é fino e grosso ou fino e grosso vai determinar qual a configuração de calor que fará o trabalho. Então, é uma sorte que a maioria das ferramentas quentes, como alisadores e ferros, tenham ajustes de temperatura.

Não acelere para a configuração mais quente logo de cara. É bom começar com menos de 150º C. Se você está obtendo os resultados desejados, fique nessa temperatura. Se não, gradualmente aumente o calor até que funcione. Normalmente cabelo grosso requer mais tempo do que o cabelo fino. E não importa o que for, use sempre um protetor de calor. Nunca use ferramentas quentes no cabelo molhado pois pode queimar o cabelo.

Tudo isso culmina em um conselho: se você não toma esses cuidados pós banho, é hora de procurar um profissional e esquecer os tratamentos caseiros. Além de consertar o estrago, eles irão recomendar as melhores práticas para seu tipo de cabelo e para suas necessidades.

Excesso de estilização dos cabelos

Você só precisa de três produtos no pós banho: um protetor, um produto de estilização (como um mousse de volume ou um creme anti-frizz para suavidade) e um produto de acabamento (como spray de cabelo ou textura). Use cremes e óleos com moderação, e só aplique no meio dos fios até as pontas. Os profissionais vão precisar limpar seus fios de produtos se você abusa das quantidades.

Você evita cortes de cabelo ou exagera nos químicos? Hora de procurar os profissionais!

Embora a regra das seis semanas definitivamente não seja definitiva, a maioria das pessoas precisa de um corte a cada três meses. Para outros, é mais curto ou mais longo.

Tentando crescer o seu cabelo? Assim que você começar a notar pontas duplas ou as extremidades parecerem transparentes ou frágeis, é hora de agir. O dano vai continuar subindo nos fios, então quando você eventualmente for para um corte, você vai acabar tendo que cortar mais do que teria se tivesse cortado antes.

Sobre os tratamentos químicos nos cabelos, permita-se dois tratamentos químicos por ano, no máximo (além de colorir). Os produtos químicos não são inofensivos, e eles não são ótimos para respirar regularmente. Gaste seu dinheiro em protetores de calor e tratamentos condicionantes em vez de tratamentos relaxantes ou endireitadores.

Se você precisar, faça apenas relaxamentos a cada seis a oito semanas ou, idealmente, até 12 semanas. Quanto mais você fizer isso, maior a chance de quebra ou dano.

Além de ser necessário procurar um profissional se você já faz essas coisas há muito tempo, é bom trocar de profissional dos cabelos se eles exercem essas práticas. É importante saber avaliar os profissionais dos cabelos e escolher aquele que realmente se preocupa com a beleza dos seus fios.

Tenho que ir no profissional, e agora?

A coisa mais importante a lembrar antes de visitar seu estilista: traga fotos. E tome cuidado com palavras de efeito: Só porque você está descrevendo o que você acha que é um visual ‘natural’ com ‘tons quentes’, não significa que o estilista esteja na mesma página que você.

Além disso, ouça e confie no seu cabeleireiro. Se eles disserem que algo é difícil de fazer com o seu tipo de cabelo, acredite neles pois eles geralmente estão certos,. E pergunte-lhes sobre a manutenção envolvida com qualquer estilo ou cor em particular. Seja claro quanto tempo você quer dedicar ao seu penteado, se você está aberto a usar produtos, e quantos. Se parece muito trabalho, provavelmente é. Mas vai manter seus fios muito melhor cuidados e fará com que os tratamentos caseiros para seus cabelos possam voltar a funcionar.

Quando vocês decidem ir para um profissional cuidar dos cabelos? Quando acham que é melhor fazer os cuidados em casa?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)