A cafeína é um dos estimulantes mais amados em todo o mundo. Mas quando uma mulher fica grávida, talvez seja necessário prestar mais atenção à quantidade de cafeína que está ingerindo diariamente para evitar problemas para você e para o bebê. Mas quais são os efeitos da cafeína sobre a gravidez?.

Cafeína na gravidez e os riscos

A cafeína é um estimulante e um diurético. Como a cafeína é um estimulante, aumenta a pressão arterial e a frequência cardíaca, ambas coisas não recomendadas durante a gravidez. A cafeína também aumenta a frequência de micção. Isso causa redução nos níveis de fluido corporal e pode levar à desidratação.

A cafeína cruza a placenta e chega para o seu bebê. Embora você possa controlar as quantidades de cafeína que você alimenta ao seu corpo, seu bebê não pode. O metabolismo do seu bebê ainda está amadurecendo e não pode metabolizar completamente a cafeína.

Qualquer quantidade de cafeína também pode causar alterações no padrão de sono do bebê ou padrão de movimento normal nas fases posteriores da gravidez. Lembre-se, a cafeína é um estimulante e pode manter você e seu bebê acordados.

A cafeína é mais do que apenas o café. A cafeína não é encontrada apenas no café, mas também no chá, no refrigerante, no chocolate e em alguns medicamentos de venda livre que aliviam as dores de cabeça. Esteja ciente do que você consome.

Cafeína na gravidez

A cafeína durante a gravidez pode prejudicar sua saúde e portanto, deve ser consumida em doses muito pequenas. (Foto: MomJunction)

Café na gravidez deixa o bebe agitado? Prejudica o crescimento do bebê? Fatos e mitos sobre a cafeína na gravidez!

A cafeína causa defeitos congênitos em seres humanos?

Fatos: inúmeros estudos em animais mostraram que a cafeína pode causar defeitos congênitos, parto prematuro, fertilidade reduzida e aumentar o risco de bebês de baixo peso ao nascer e outros problemas reprodutivos. Não houve estudos conclusivos realizados em humanos; no entanto, mais ainda é melhor jir para o lado da segurança quando se trata de estudos inconclusivos.

A cafeína causa infertilidade?

Fatos: alguns estudos mostraram uma ligação entre os altos níveis de consumo de cafeína e problemas na fertilidade.

A cafeína causa abortos espontâneos?

Fatos: estudos sobre os efeitos da cafeína relacionados ao aborto espontâneo mostraram resultados significativamente diferentes. Em um estudo, verificou-se que as mulheres que consomem 200 mg ou mais de cafeína diariamente são duas vezes mais propensas a ter um aborto espontâneo que aquelas que não consomem cafeína. Em outro estudo, não houve risco aumentado em mulheres que bebiam uma quantidade mínima de café diariamente (entre 200 mg e 350 mg por dia). Devido a conclusões conflitantes de numerosos estudos, até estudos mais conclusivos, as mulheres grávidas devem limitar a ingestão de cafeína a menos de 200 mg por dia. Isto é igual a cerca de uma xícara de café.

Uma mulher grávida não deve consumir qualquer quantidade de cafeína?

Fatos: os especialistas declararam que níveis moderados de cafeína não foram encontrados para ter um efeito negativo sobre a gravidez. A definição de moderada varia em qualquer lugar de 150 mg a 300 mg por dia.

Quanto de cafeína é demais?

Quanto menos cafeína você consumir, melhor. Alguns especialistas dizem que mais de 150 mg de cafeína por dia são demais, enquanto outros dizem que mais de 300 mg por dia é demais. Evitar a cafeína tanto quanto possível é o seu curso de ação mais seguro. Se você deve obter a sua quantidade certa, é melhor discutir isso com seu médico para fazer a escolha mais saudável para você e seu bebê.

Quanto de cafeína você consome por dia?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)