Abra seus olhos e não caia nas emboscadas dos bancos! Desde fim de abril, os bancos deverão seguir a nova regulamentação do CMN (Conselho Monetário Nacional) e do Banco Central sobre tarifas, em que não podem mais cobrar tarifas mensais de serviços consideradas essenciais para a manutenção de conta corrente e poupança.

Serviços essenciais dos bancos

Além disso, podem ser oferecidos quatro tipos diferentes de serviços chamados: essenciais, prioritários, os especiais e os diferenciados. Ou seja, a nomenclatura dos serviços realizada pelos bancos agora segue uma padronização que facilita o consumidor entender o que está sendo cobrado e comparar as tarifas com outros bancos, dentro de um mesmo tipo de serviço para que ele escolha as opções mais convenientes para ele.

Segundo especialistas, isso pode estimular a concorrência e pressionar a queda dos preços, caso o consumidor utilize bem disso, escolha as melhores opções e deixe de lado bancos que na medida de custo/benefício não o atenderem.

Serviços gratuitos nos bancos

Os bancos não podem cobrar por alguns serviços avulsos ou dentro de seus pacotes de serviços, e devem deixar isso bem claro aos seus clientes. (Foto: www.portaldoconsumidor.gov.br)

Serviços que os bancos não podem cobrar

Os serviços tanto em pacotes ou avulsos que os bancos não podem cobrar são:

  • Depósitos à vista
  • Cartões de débito
  • Dez folhas de cheques por mês
  • Dois extratos por mês de contas correntes (com a movimentação mensal)
  • Quatro saques no caixa ou terminal de auto-atendimento (conta corrente)
  • Dois saques no caixa ou terminal de auto-atendimento (conta poupança)
  • Duas transferências de recursos entre contas do mesmo banco
  • Serviços pela internet
  • Compensação de cheques
  • Extrato anual com as tarifas cobradas (extrato consolidado)

Fique de olho nas suas movimentações bancárias e nas cobranças feitas pelos bancos. Qualquer cobrança indevida, não deixe de colocar a “boca no trombone” e reclamar, tanto junto aos bancos quanto ao Procon. Se você foi enganado, não tenha a postura de deixar pra lá! As regulamentações devem ser cumpridas e os clientes bancários devem ser respeitados. Os abusos econômicos não podem ser tolerados!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)