Você lê o rótulo dos alimentos?

A maioria das pessoas não lê os rótulos dos alimentos. Ler o rótulo é importante para saber que tipo de produto está sendo oferecido. Isso ajuda nas escolhas para uma alimentação saudável.

De fato, entender as informações nutricionais contidas na embalagem não é tarefa fácil. Mas, os rótulos de informação nutricional, incluindo os ingredientes dizem exatamente o que está no pacote (espera-se). E, para quem quer evitar algum ingrediente, é fundamental ler o rótulo.

No Brasil, infelizmente, as embalagens confundem e levam o consumidor a comprar algo que não gostaria. É aquela embalagem com apelo para o que se quer vender que, muitas vezes, não condiz com o que o produto é verdadeiramente. Esse é o caso do pão integral!

O problema não é só as embalagens. A própria legislação brasileira é confusa sobre algumas questões. O site MULHER DIGITAL apresenta como identificar se um pão é mesmo integral.

Rótulo do pão integral no BrasilImagem: Wikimédia Commons / Veganbaking.net

Quanto mais integral, melhor para a saúde

O grão é composto por três partes: o farelo, o endosperma e o germe (ou embrião). O refinamento preserva apenas a parte chamada endosperma. No refinamento, muitos nutrientes importantes para o organismo são perdidos, especialmente as fibras alimentares.

Integral significa que o grão se encontra no seu estado mais natural, 100% grão. Quando um alimento passa por refinamento, muitos nutrientes são perdidos, especialmente as fibras.

O alimento integral também é digerido mais lentamente, o que faz com que a fome demore mais a surgir que quando se ingere alimentos processados (farinha branca). Isso faz com que esse tipo de alimento seja mais interessante para quem quer emagrecer.

Vários estudos científicos já apontaram que é importante privilegiar as fibras na alimentação e que, a longo prazo, podem ser fundamentais na prevenção de algumas doenças. Por isso, quanto mais fibra, melhor para a saúde.

No caso do pão, o melhor é que seja totalmente integral, ou seja, não tenha farinha refinada.

Informações de rótulo importantes

Essas são apenas algumas informações de rótulo que o site MULHER DIGITAL considera para verificar sobre ser integral. É claro que há outras informações nutricionais relevantes! Olhe atrás da embalagem, informações, como essas:

  • Ingredientes. De acordo com a legislação[RDC nº 259 de 20/09/2002], os ingredientes devem vir listados em ordem decrescente (do maior para o menor). O que tiver em maior quantidade no produto vai vir primeiro e assim por diante. Exceção para alimentos de únicos ingredientes.
  • Possui farinha refinada! Quando na lista de ingredientes vem “farinha de trigo enriquecida com ácido fólico”, “farinha de trigo” quer dizer que o produto possui farinha branca refinada.
  • Pão integral no Brasil. De acordo com a legislação brasileira [RDC nº 90 de 18/10/2000], um pão é considerado integral quando “preparado, obrigatoriamente, com farinha de trigo e farinha de trigo integral e ou fibra de trigo e ou farelo de trigo.” Essa classificação é bastante problemática, pois se um pão possuir uma quantidade mínima de farinha de trigo integral poderá ser considerado integral, ainda que a maior parte seja composta de farinha refinada. A legislação deveria trazer uma porcentagem mínima de farinha integral (que deveria ser bem superior à quantidade de farinha branca refinada). Não há uma lei clara para o integral.

O pão integral

Seguindo as premissas de informações de rótulo acima, é possível perceber que nem todo pão que é considerado integral pela Anvisa, é realmente saudável e livre de farinha refinada.

E sabe o que é pior? Muitos acham que estão comprando um pão totalmente integral, quando, na verdade, não estão. As marcas insinuam nas embalagens o integral, o constituído apenas por grãos na tentativa de ludibriar o consumidor. Ao ler o rótulo, um susto! Não é bem assim!

Observe o rótulo! Muitas vezes, a – farinha enriquecida com ácido fólico – está em primeiro lugar na lista de ingredientes! Só depois vem a farinha de trigo integral. Isso quer dizer que a maior parte do pão é constituída de farinha refinada. Ao ler os vários rótulos de pães da prateleira do supermercado, é perceptível que são poucos os pães verdadeiramente integrais (totalmente). E, até marcas renomadas no mercado de comida saudável fazem esse tipo de pão.

O pão totalmente integral não possui farinha refinada! Na listagem de alimentos não aparece a farinha com ácido fólico (ou farinha). Só vai constar a célebre farinha integral!

A Proteste realizou um teste com várias marcas de pães há alguns anos atrás no Brasil, que mostrou que a maior parte do pão dessas marcas era constituída de farinha branca. Marcas de pães que vendiam a etiqueta do integral!

Como identificar um pão totalmente integral?

A melhor maneira é verificar a listagem de ingredientes no verso da embalagem. Não deve conter nenhum ingrediente relacionado com a farinha branca (tal qual assinalado acima). A única farinha que será encontrada na listagem é a farinha integral.

Vida saudável e o rótulo dos pães

É preciso se familiarizar com as informações nutricionais para saber que tipo de pão está consumindo. O marketing obscuro da alimentação saudável faz com que produtos não saudáveis sejam comercializados como bons para a saúde, independente do conteúdo nutricional. O relacionamento saudável com a comida envolve conhecimento, mas também como as empresas levam a sério a saúde.

Por isso, não compre de marcas que quer lhe enganar! Se quer pão integral, compre o verdadeiro, leia a listagem de ingredientes. Não alimente essa parcela da indústria de alimentos que quer enganar. Quem sabe as empresas que tentam ludibriar o consumidor não mudam suas diretrizes voluntariamente?

3 comentários para “Pão integral: a mentira das embalagens no Brasil”

  1. Geraldo Lima

    Como identificar um pão integral e as marcas.

    Responder
    • Equipe Mulher Digital

      Geraldo,

      No post consta como identificar o pão totalmente integral. O site MULHER DIGITAL não indica marcas. Mas, com as indicações você vai conseguir saber exatamente o que está comprando!

      Equipe Mulher Digital.

      Responder
  2. Paulo

    Muito bom o esclarecimento

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)