O Pilates começou como uma forma de exercício e reabilitação baseada em equipamentos. Pilates realizado em “tapetes” só foi introduzido mais tarde, como uma alternativa acessível com relação às sessões mais caras nos equipamentos. Hoje, os devotos de Pilates apreciam ambos os métodos. Muitos alternam o tapete com sessões em equipamentos, mas há quem prefira apenas em uma ou outra modalidade.

A maioria dos treinadores aconselham pessoas que iniciam esse tipo de atividade começar com uma sessão privada para aprender sobre técnicas importantes na prática correta do pilates, especialmente sobre a respiração e o trabalho com os músculos de algumas regiões específicas.

História do Pilates

Pilates tem seu nome baseado em seu criador, Joseph H. Pilates (1880-1967). Ele desenvolveu seu primeiro sistema de exercícios enquanto vivia na Inglaterra. Não demorou muito para que seus métodos ganhassem popularidade com instrutores de destaque na comunidade de dança europeia. Esse da imagem seguinte é Joseph H. Pilates!

Joseph Pilates

Em 1926, Joe emigrou para os Estados Unidos e conheceu sua futura esposa, Clara, uma enfermeira. Eles abriram o primeiro estúdio de Pilates no final de 1920 na Broadway, em Nova York, ao lado do New York City Ballet. Por muitos anos, o Pilates podia ser feito apenas em seu estúdio e utilizado, principalmente, para reabilitar bailarinos. Frequentes os visitantes do estúdio eram Martha Graham e George Balanchine, que incorporou muitos movimentos de Pilates em seus programas de dança.

Contrologia era o nome original do Pilates. A base de todos os movimentos do Pilates, é o controle é mantido por meio da Powerhouse, ou “casa da força”: o abdômen, parte inferior das costas, quadris e nádegas.

Benefícios do Pilates

O Pilates atualmente

Hoje, há muito mais pesquisa sobre o corpo humano, incluindo a biomecânica e  a anatomia. Modernos programas de Pilates apresentam uma ampla gama de movimentos e variações. É claro que os princípios de Joseph Pilates e os exercícios originais ainda permanecem nos centros de Pilates. Seus benefícios já são comprovados por inúmeras pesquisas e suas aplicações possíveis só crescem. É considerado uma das formas mais seguras de exercício hoje.

O que pode o Pilates fazer por mim?

Pilates fortalece, alonga e tonifica os músculos. O maior benefício apontado sobre o pilates é trabalhar todo o corpo de maneira global. A cada movimento de um exercício de pilates, todo o corpo é movimentado, trabalhado. E, também, é um exercício que se preocupa com a respiração e o próprio alinhamento postural. Isso por que os músculos após fortalecidos, de certa forma, forçam o corpo a manter uma melhor postura. Outro ponto importante é favorecer a própria flexibilidade (mais saúde para as articulações). Todo esse conjunto de fatores faz com que esse seja um tipo de atividade que reduz dores musculares, especialmente nas costas e nos pescoços. A resistência do peso corporal é a chave para trabalhar a força nos exercícios.

Pilates solo

A respiração é um aspecto fundamental na prática de pilates. É necessário coordenar os movimentos dos exercícios com a expiração e a inspiração, usando-a para ajudar na estabilidade do corpo em cada exercício. Tudo isso é, ao mesmo tempo, energizante e relaxante. Sabia que até ajuda a aliviar o estresse e propicia mais equilíbrio ao corpo?

Ao invés de várias repetições cansativas, de quantidade, o Pilates concentra-se na qualidade dos exercícios por meio de precisão, equilíbrio e resistência corporal.

Há quem diga que o pilates não é apenas um exercício, mas um estilo de vida focado no equilíbrio do corpo.

Se você ainda tem dúvidas, faça uma aula experimental! Garanto que não vai se decepcionar. Conte ao site MULHER DIGITAL o que achou sobre esse exercício.

Imagens:
www.pilates-pro.com
www.ajc.com
www.oceanfitness.ie

2 comentários para “Pilates: movimento, alinhamento postural, flexibilidade e força para o corpo”

  1. Lucia Marchi

    Estou fazendo Pilates à 4 meses. Estou adorando. Durmo melhor. Me sinto mais animada. Estou mais relaxada. Realmente é muito bom! A materia de vocês também é muito boa, pois fiquei conhecendo mais sobre o aparecimento do Pilates!

    Responder
  2. Katia

    Comecei a fazer Pilates a 3 semanas e estou maravilhada. De fato mexe com todo nosso corpo, já estou começando a notar algumas mudanças, principalmente no que se diz respeito a flexibilidade.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)