A corrida é um dos esportes mais populares. Não é de surpreender que é um dos esportes mais democráticos, pois, não precisa de muitos equipamentos, investimentos e pode ser praticado em qualquer lugar. Não é um exercício físico para qualquer um. Por isso, é sempre recomendável uma consulta com um médico antes de iniciar a prática desse tipo de esporte.

A queima calórica vai depender do esforço físico durante a corrida e do corpo de cada um. Pode chegar até cerca de 400 calorias.

E para começar ou continuar seus treinos com mais responsabilidade, o site MULHER DIGITAL preparou este post com algumas dicas para otimizar sua corrida.

Use o tênis certo

Comparado com outras atividades que exigem muitos acessórios e equipamentos, correr possui um baixo valor de manutenção. Há um item essencial que todo corredor precisa investir antes de começar: um bom par de tênis de corrida. Correr com um tênis ruim pode causar lesões, dores e acabar com a alegria da prática do exercício. Ao comprar o primeiro par de tênis de corrida, vá até um fisioterapeuta (ou ortopedista) e descubra elementos importantes sobre o seu corpo, como o formato do pé, o tipo de pisada e, até mesmo, os padrões de marcha.

Corrida de rua

Escolher um bom tênis para corrida é fundamental! [Foto: www.mensfitness.com]

Faça um plano de treinamento

Com um bom par de tênis, é hora de formular o plano de treinamento! Quem é um iniciante, a melhor abordagem é tentar revezar entre caminhada/corrida. Correr é muito estressante, pesado. É preciso aumentar o ritmo da caminha para a corrida gradualmente, aos poucos. Para iniciantes, uma das indicações populares é iniciar com caminhadas entre 30 a 40 minutos (depende de cada pessoa, cada caso), 3 vezes por semana, durante 2 semanas. Após esse ponto,  é começar a introduzir a corrida nos treinos. Por exemplo, corridas curtas, de 5 a 10 minutos, durante as suas caminhadas. O tempo pode ser aumentado gradativamente, até a pessoa conseguir correr e conseguir manter um ritmo de 3 vezes por semana. Lembre-se que o melhor treino de corrida é aquele passado e acompanhado por um profissional de educação física. O mais importante é que o profissional visualize o estado de saúde do corredor em potencial e formule um treino de corrida, de acordo com as necessidades do mesmo.

Entre em um grupo de corrida

Quem já está correndo pode maximizar a motivação e se inscrever em um grupo de corrida. Não é só para emagrecer, mas para ter uma vida saudável, melhorar o desempenho físico, obter orientação especializada e ter uma vida mais saudável. Geralmente, esses grupos são formados e coordenados por profissionais especializados que prestam esse tipo de “serviço”. É bom para não “correr errado”, aprender técnicas, incluir a corrida na programação cotidiana e melhorar o próprio treinamento. Tudo isso pode até aumentar a motivação para correr e participar de eventos de corrida de rua.

Consiga um “sistema de suporte”

É mais fácil continuar treinando quando se tem amigos e/ou familiares que apoiam ao longo do caminho. Então, enquanto corre, construa um sistema de apoio e suporte. Convide amigos, pessoas da família. É a atividade física social! Convívio social não é só para se reunir em um restaurante, beber ou sair para passear, mas praticar atividades físicas em conjunto com outras pessoas. Encontre alguém que anime correr com você! Mas, não é preciso se sentir preso ou na obrigação de correr apenas quando estiver acompanhado(a). Essa é só mais uma maneira de tornar próspera a atividade física na vida social.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)