A dificuldade para dormir representa um dos maiores problemas de saúde hoje em dia. As pessoas estão dormindo cada vez menos e não imaginam como isso afeta negativamente a vida.

Não pense que dormir bem é só para combater aquela sonolência durante o dia. É fundamental para a saúde e contribui até para começar bem o dia.

Sabia que dormir pouco e o ganho de peso podem estar ligados? Não é só fazer exercícios e ter uma alimentação saudável que ajuda no emagrecimento!

É claro que, de vez em quando, todo mundo tem uma noite de sono de ruim. Mas, quando se torna rotina, é importante ficar atento e tomar providências. A falta de dormir pode sabotar a sua dieta!

O site MULHER DIGITAL mostra como dormir pouco atrapalha o emagrecimento! Confira abaixo!

Dormir bem

Imagem: healthblushon.com

Hormônios desregulados e metabolismo mais lento

Há uma relação entre os hormônios, o sono e o apetite. A grelina e a leptina são hormônios ligados ao metabolismo do corpo. A grelina está vinculada ao estímulo de comer, relaciona-se também com o metabolismo da glicose. Já a leptina está associada à diminuição da ingestão alimentar e o aumento de gasto de energia. Quando alguém dorme pouco, aumenta a produção de grelina e diminui a leptina. Logo, há uma conexão entre a privação de sono e comer mais. Sem falar que a taxa do hormônio de gasto de energia diminui, favorecendo o metabolismo mais lento.

Mais comida

Quem dorme tarde, inevitavelmente, terá que comer mais porque passará mais tempo acordado. E, quase sempre, essa “refeição” ocorre muito tarde e não é uma opção saudável. Há estudos que afirmam que pessoas que dormem menos estão mais propensos a escolher comidas ricas em carboidratos, açúcares. A pessoa faz ingestão de calorias no momento que deveria estar dormindo. O metabolismo diminui no horário que se deveria estar dormindo.

Menos disposição para exercícios

Não é regra, mas quem dorme pouco sente-se menos disposto para fazer atividades físicas. O plano de vida saudável e/ou emagrecimento pode ficar abalado. E, o que poucos sabem é que o exercício físico é capaz de melhorar a qualidade do sono.

Ansiedade

Normalmente, quando alguém dorme uma quantidade insuficiente, há perturbação do humor, irritabilidade e ansiedade. O grande problema é que muitas pessoas lidam com isso de forma errada e comem mais do que a quantidade ideal e, quase sempre, comidas com alto teor calórico. E, ainda que não haja ingestão de alimentos, a ansiedade excessiva atrapalha a qualidade de vida.

Sabe-se que a necessidade de sono é variável. Sete a oito horas de sono é o comum para a maioria das pessoas.

E, você? Dorme pouco? Como isso lhe atrapalha? Comente!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)