A ração humana ficou popular por boatos sobre seu poder emagrecedor. O site Mulher Digital ensinou até a receita da ração humana. Será que é verdade? A equação é simples e objetiva: queimar mais calorias que se ingere, emagrece. A ração humana tem vários benefícios para o organismo:  contribuir para o funcionamento do intestino, equilibrar os níveis de colesterol e maior disposição. Mas sozinha não é capaz de promover nenhum efeito milagroso,  como se apertasse um botãozinho e pronto. Tudo resolvido. Desde quando emagrecer é fácil? É milagre? Nunca foi!

Relatos de pessoas que fazem a dieta da ração humana – substituir uma refeição pela ingestão da ração misturada ao leite ou ao suco – dizem emagrecer. A pessoa pode até emagrecer, mas não é porque está ingerindo a ração humana. É por causa da equação racional (e não milagrosa) de queimar mais calorias que se ingere. Isso vai levar necessariamente à perda de peso. Antes de colocar a ração humana na alimentação é importante consultar um especialista (nutricionista, nutrólogo) porque cada um possui uma necessidade e um objetivo diferente quando se inclui esse alimento natural na alimentação. Outro aspecto importante é tentar identificar porque se falha durante a tentativa de emagrecer?

Os especialistas em emagrecimento não aconselham pular refeições (como almoço ou jantar). Ela pode até auxiliar o emagrecimento (por ajudar a ir ao banheiro, dar mais disposição para os exercícios), mas, de forma alguma, ela pode ser considerada um remedinho milagroso. Aliás, um café da manhã reforçado pode contribuir para a perda de peso.

Emagrecer é reeducação alimentar + prática de exercícios (vale até caminhada) + muita força de vontade. Emagrecimento é uma reunião de fatores e não apenas se centrar em apenas uma coisa. Tratar do psicológico também é importante. Não há nenhum dado científico que comprove que a ração humana pode fazer o corpo queimar mais calorias, emagrecer ou algo similar.

A ração humana pode até substituir um carboidrato no café da manhã ou em um lanche da tarde. Nesse caso, pode entrar como uma das opções a serem escolhidas para esse tipo de refeição, mas nunca substituir o almoço ou o jantar. Pesquisas mostram que incluir proteína no café da manhã pode facilitar o emagrecimento. O melhor é seguir uma recomendação específica de um especialista feita personalizada para a pessoa.

A pessoa também precisa ter um cardápio amplo de opções e poder escolher entre essas. Por exemplo: ela pode escolher entre pão integral, pão de sal e ração humana como opções de carboidrato pela manhã. A pessoa vai variando de acordo com o seu gosto. Ingerir sempre a mesma coisa enjoa e pode fazer a pessoa se autosabotar durante o processo de perda de peso. A ração humana deve ser apenas um complemento na alimentação. A dose diária de ração humana são duas colheres diárias (não mais que isso).

Vida mais saudável é ter informação e usá-la a seu favor. Use sim a ração humana, mas não pense que ela faz milagres. O milagre quem faz é você! O bom senso faz parte.

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Ração Humana – Ingredientes

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)