Um colapso nervoso ou colapso mental é um termo usado para descrever um período de intensa angústia mental. Durante este período, você não consegue funcionar em sua vida cotidiana. Este termo é utilizado para se referir a uma grande variedade de doenças mentais, incluindo depressão, ansiedade e distúrbios de estresse agudos. Embora não seja considerada exatamente um termo médico, ainda é usada por muitos para descrever sintomas intensos de estresse e incapacidade de lidar com os desafios da vida. O que outros vêem como um colapso nervoso pode ser realmente uma doença mental não diagnosticada.

Não existe uma definição acordada sobre o que constitui um colapso nervoso. Geralmente, é visto como um período em que o estresse físico e emocional torna-se intolerável e prejudica a capacidade de funcionar eficazmente. Vejamos o que caracteriza o colapso nervoso.

Colapso nervoso: sintomas

Você pode enfrentar sintomas físicos, psicológicos e comportamentais quando passa por uma quebra. Os sinais de uma colisão nervosa variam de pessoa para pessoa. A causa subjacente também pode afetar os sintomas que você experimenta.

Os sinais mais comuns de um colapso nervoso são:

  • Sintomas depressivos, como perda de esperança e pensamentos de suicídio ou de se machucar
  • Ansiedade com hipertensão arterial, músculos tensos, mãos úmidas, tonturas, dor de estômago e tremores
  • Insônia
  • Alucinações
  • Mudanças extremas de humor ou explosões inexplicadas
  • Ataques de pânico, que incluem dor torácica, distanciamento da realidade, medo extremo e dificuldade em respirar
  • Paranoia, como acreditar que alguém está observando ou perseguindo você
  • Flashbacks de um evento traumático, que pode sugerir transtorno de estresse pós-traumático não diagnosticado

Pessoas que experimentam um colapso nervoso também podem se afastar da família, amigos e colegas de trabalho. Os sinais desse afastamento incluem:

  • Evitando funções e compromissos sociais
  • Comer e dormir mal
  • Falta de higiene pessoal
  • Falta o trabalho por estar doente para trabalhar por dias ou não aparecer para trabalhar
  • Isolar-se em sua casa
O que é um colapso nervoso

Um colapso nervoso pode deixar uma pessoa sem funcionar bem no dia a dia, e sem tratamento pode se agravar para problemas ainda mais graves. (Foto: New Health Advisor)

Fatores de risco que podem levar a um colapso nervoso

Uma pessoa pode ter um colapso nervoso quando o estresse é demais para suportar. Esse estresse pode ser causado por influências externas. Alguns desses fatores de risco incluem:

  • Estresse persistente no trabalho ou estudos
  • Evento traumático recente, como uma morte na família
  • Problemas financeiros sérios, como uma demissão ou entrar em falência
  • Uma grande mudança de vida, como um divórcio
  • Sono e descanso de má qualidade
  • História pessoal de transtornos de ansiedade
  • História familiar de transtornos de ansiedade
  • Lesão ou doença recente que dificulta a vida diária

Colapso nervoso pode matar, então trate seus sintomas o quanto antes

Você pode sair do ciclo de sofrimento psicológico ou comportamental pelo uso de terapia terapia cognitivo comportamental. Tomar medicamentos prescritos por um psiquiatra ou neurologista, como antidepressivos ou medicação antiansiedade, deve ser usado para tratar desequilíbrios químicos Praticar tratamentos alternativos, como acupuntura, massagem terapêutica ou Ioga também podem auxiliar no tratamento.

Se você se sente sobrecarregada e à beira de um colapso, considere essas estratégias para gerenciar seus sintomas: respire profundamente e conte até 10 quando você está se sentindo ansiosa ou estressada. Corte a cafeína e o álcool da sua dieta. Desenvolva um horário de sono e uma rotina que te ajude a dormir bem. Isso pode significar tomar um banho, desligar dispositivos eletrônicos ou ler um livro antes de dormir.

Consultar o médico é essencial para lidar com esse problema

Não é incomum que alguém se sinta, em um momento ou outro, incapaz de lidar com os estresses da vida. Você não está lidando com o estresse de forma saudável se estiver tendo dificuldade em fazer suas tarefas diárias. Um colapso nervoso pode ser um sinal de um transtorno de saúde mental. É importante que você consulte o médico assim que você perceber os sinais de um colapso.

O seu médico pode ajudá-lo a tratar os sintomas físicos. Eles também podem encaminhá-lo para um psicólogo ou psiquiatra. Esses profissionais de saúde mental podem tratar seus sintomas emocionais, mentais e comportamentais. Os cuidadores também devem entrar em contato com um médico o mais rápido possível se estiverem preocupados com o comportamento ou estado mental de um ente querido.

Dicas para prevenir um colapso nervoso

Modificações de estilo de vida podem ajudá-la a evitar um colapso nervoso. Isso também pode ajudar a diminuir a gravidade e a freqüência dos colapsos.

Fazer exercícios regulares pelo menos três vezes por semana, o que pode ser tão simples quanto caminhar em seu bairro por 30 minutos, são essenciais no controle de condições de saúde mental. A terapia com um psicólogo é também extramente necessária, bem como evitar drogas, álcool, cafeína e outras substâncias que criam estresse no corpo.

Dormir regularmente pelo menos 8 horas por noite é recomendado, bem como incorporar técnicas de relaxamento como a respiração profunda na sua rotina diária

Reduzindo o seu nível de estresse através do controle do seu ritmo, fazendo mini-pausas, organizando melhor seu ambiente e atividades diárias e mantendo uma lista de tarefas diárias.

Você pode fazer essas mudanças por conta própria, mas pode ser mais útil criar um plano de tratamento com seu médico.

Você já teve um colapso nervoso? Como lidou com o problema? O que recomendaria para quem está vivendo em situação parecida?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)